Alimentação

Cuidar da alimentação durante a gravidez é, a meu ver, um dos pontos mais importantes do período.

Precisamos considerar que todo o alimento e nutriente de que nosso bebê precisa provém unicamente do que comemos, e ser negligente com isso pode comprometer o desenvolvimento da criança durante toda a vida.

Levando isso em conta, procurei uma nutricionista assim que soube que estou grávida. Na verdade, procurei a mesma que me acompanhou no período pós-redução de estômago. Já conhecia e gostava do trabalho dela, além de ela já conhecer meu histórico. Penso que toda mulher deveria fazer o mesmo, em especial as que passaram por uma intervenção cirúrgica como eu. Minha preocupação desde o início era garantir um crescimento saudável, sem qualquer risco de subnutrição, por exemplo.

Confesso que não tenho mais seguido à risca a dieta que me foi passada. Mas abri mão do meu café preto: tinha o hábito de tomar café sem leite desde criança, pelo menos duas vezes ao dia. Adotei então o leite e reduzi para uma dose diária, pela manhã. Troquei o adoçante. Fui acostumada desde criança a não usar açúcar no café, e tenho pavor dessa combinação. Mas como o adoçante pode ser muito prejudicial ao bebê, mudei para sucralose, que é derivado da cana-de-açúcar e não entra na corrente sanguinea. É o único permitido para grávidas, e hoje tenho certeza de que foi uma boa troca.

Outra coisa que mudei foi o consumo de frutas. Nunca tive problemas para comer verduras, mas sempre fui chatinha para frutas, seja por preguiça ou por sempre querer algo mais saboroso. Mas passei a consumi-las diariamente e hoje em dia sinto até falta delas no cardápio.

Frutas diariamente

Passei a consumir mais produtos derivados de leite, como iogurte, coisa que pra mim sempre teve um gosto horroroso. Troquei a mussarela por queijo branco. E de vez em quando, faço um esforço e como granola, coisa que também não me agrada nem um pouco, mas é necessário.

Iogurte, leite, queijo

Depois da cirurgia, criei uma certa resistência a carne vermelha, mas passei a me obrigar a comer pelo menos 3 vezes na semana, por conta de uma anemia que já tinha antes de engravidar.

Basicamente, essas foram minhas mudanças mais significativas, embora tenha deixado de lado algumas coisas que gosto, como sushi. Há controvérsias sobre o consumo de comida japonesa na gravidez, e honestamente minha médica não pediu pra deixar de comer, apenas reduzir. Eu, por conta, tenho evitado qualquer contato, porque sei que a tendência a querer sempre mais é grande.

Apesar de tudo, minha alimentação continua bem tranquila, e admito, não deixo de comer as coisas que tenho vontade, tipo farinha láctea e leite ninho – duas coisas que fazia tempos que eu não comia, mas passei a desejar absurdamente. E chocotonne, que antes eu nem gostava.

Com tudo isso e mesmo com minhas escapulidas, o saldo na balança está de fazer orgulho até para uber model: 2 kg e 900 g em cinco meses de gestação! Minha meta é engordar até 11 kg no total, então tô indo super bem até agora!

Não tenho dúvidas que o fato de ter o estômago reduzido tem me ajudado muito, afinal em alguns períodos, a fome é quase insuportável. Mas ter consciência do que se come é dever de todas nós. O que não pode é cair na besteira de acreditar que precisamos comer “por dois”. Na verdade, a necessidade extra de calorias para uma mulher grávida é bem pequena e deve ser supriao por alimentos mais saudáveis, ricos em fibras e que sejam fonte de cálcio e ferro, por exemplo. Às vezes, é chato, porque a gente realmente quer comer mesmo, e quer comer bem. Mas não custa abrir mão. Esse tipo de cuidado, pode não parecer, mas também é uma prova de amor para nossos babies.

 

Anúncios

2 opiniões sobre “Alimentação

  1. E além de toda a preocupação com a nutrição do bebê e o ganho de peso da mamãe, fica impossível respirar se comemos demais! Quanto maior estiver o bebê, menos espaço há pro estômago e pulmões. Tive que adaptar a minha rotina pra poder comer mais vezes por dia e em menores quantidades. Resultado: estou fazendo uma refeição e já me preocupando quando deverei fazer a próxima. Mas toda preocupação e esforço valem a pena, ô se valem!!!
    =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s