Quando o bebê começa a mexer.

Esperei ansiosamente para sentir os primeiros movimentos do João Otávio. Apesar de sentirmos só com umas 18 semanas ou mais, o bebê já mexe desde o início, e disso nunca tive dúvidas, afinal, nos ultrassons que fizemos nosso menino já se mostrava agitadinho.

Acontece que eu demorei pra sentir isso, e já estava agoniada. Ou na verdade, não demorei pra sentir, e sim reconhecer os movimentos do Jota. O que acontece é que com tanta coisa acontecendo dentro da gente – bebê mexendo, cólica, gases, constipação, dores na barriga – diferenciar uma da outra pode não ser tão fácil para mamãe de primeira viagem.

Eu ouvia dizer que bebês mexiam demais, que chutavam forte, que às vezes era incomodo, e na falta de tudo isso, quase passou despercebido as primeiras “tremidinhas” na barriga.  Claro, ainda é cedo para os famosos chutões ou acordar de madrugada por causa dos movimentos e tal, mas já aprendi a reconhecer quando não são gases. Parece brincadeira falando, mas escutei muito as pessoas dizerem que a gente confunde mesmo os movimentos do bebê com os movimentos peristálticos.

Pois bem, eis então que de uns dias pra cá, comecei a sentir com mais frequência. Gente, que delícia que é! Agora que já tô mais “experiente” no assunto, e não confundo mais, fico paradinha sentindo ele mexer, e fico toda babona. Principalmente quando ele “responde”. Ontem foi assim: conversando com ele, pedi pra que ele mexesse pro papai sentir, e então estava lá, ele sassaricando na barriga. Pena que o Fernando não sentiu muito. Dizem que algumas posições favorecem, e eu já descobri a nossa: deitada do lado esquerdo.

Agora entendo porque as pessoas perguntavam tanto se eu já sentia algo: é que a sensação é indescritivel, emocionante mesmo. Agora fico esperando sempre pra ver se ele nos dá um oizinho e nos presenteia com as mexidinhas.Apesar de ser muito intolerante para desconfortos, acho que nunca vou cansar dos movimentos, e vou sentir falta quando a gravidez acabar, afinal esse é o tipo de sensação que só as gravidez sentem, e é uma das recompensas pelos eventuais desconfortos da gravidez.

 

 

 

P.S: enquanto eu escrevia, João Otávio fazia movimentos frenéticos na minha barriga. Acho que ele gosta quando eu escrevo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s