Crônica sobre um dia qualquer

São cinco pras seis de uma manhã de sábado gelada. No fundo do meu sono pesado, ouço um choro de criança e levo algum tempo até perceber que é meu filho que me chama. Chego no quarto e vejo que, como sempre, conseguiu se livrar da coberta. Sua fralda também está cheia, o que causa grande desconforto. Apesar disso, assim que me vê, ele abre aquele sorriso que eu tanto amo. Sei que é o início de mais um dia cansativo, e que ao fim estarei acabada, e ainda assim imensamente realizada.

Depois de trocar a fralda, me preparo para amamentar. Enquanto mama, ele me encara e eu sustento o olhar, segurando sua mãozinha. Adoro seus olhinhos apaixonados para mim. Quando acaba, ele se aninha ainda mais em meus braços, daquele jeito que é só comigo e me sorri de novo. Um sorriso cheio de gratidão e de amor. Meu coração derrete pela milésima vez.

Coloco-o em minha cama, e deito ao seu lado. Ofereço minha mão para sua adorada brincadeira e percebo que de repente se distrai com os próprios dedos, aqueles dedinhos que tantas vezes eu mesma já contei, só por insistência, e que até ontem ele não sabia que existiam. Lembro-me de que há três dias atrás, segurar objetos era tão mais difícil e que aos poucos ele faz movimentos com os braços com mais destreza. Penso que está passando tão rápido, que em pouco tempo ele estará preferindo os amigos a mim e que já não será mais o meu bebêzinho. Meus olhos se enchem de lágrimas e anoto mentalmente que preciso devorar cada segundo, para ter os momentos vivos na memória.

Ele segura novamente minha mão e adormece, mais um momento tão intímo a que já estamos acostumados. Enquanto escuto sua respiração tão tranquila, nino seu sono, analiso seu rosto, o rosto mais lindo que já vi e me dou conta que de vez em quando, meu amor de mãe é um pouco egoísta: por que eu não suportaria vê-lo sofrer, eu cuido tanto para que nada de ruim aconteça e por que eu não viveria mais sem ele, eu o protejo tanto.

Meu filho acorda e novamente me sorri – ah, como eu amo esse sorriso! – e eu sei que está na hora de mais uma maratona banho/ troca de roupa/preparação para passeio, tudo um ritual que, por vezes me desgasta. De novo, penso que em tudo ele depende de alguém, mas que não será sempre assim. Em pouco tempo, estaremos com outras pessoas e então meu bebê será um pouquinho de todo mundo. Meu amor egoísta mais uma vez me lembra de que seu sorriso apaixonado nem sempre será só para mim e que um dia eu já não caberei em seu caminho e em seus sonhos. Meu coração de mãe se aperta, mas tento me convencer que esse é o andar natural das coisas.

Como em todos os dias, eu agradeço a ele e a Deus por ser um filho tão abençoado, tão saudável e iluminado. Repito, de novo e quantas vezes forem necessárias, que é meu bebê, meu príncipe, meu amor, meu coração e que o amo além da conta. E acrescento: você só entenderá quando tiver seus filhos, muitas vezes me repreenderás como tua mãe, mas ainda assim eu te amarei mais do que eu acho que posso suportar!

Ele sorri – ah, meu bebê sorriso, como és feliz! – como se me entendesse e começa a dizer coisas. Ok, ele não diz nada exatamente, mas faz aqueles sons que nos permitem longas conversas. Eu o pego em meu braços para mais um abraço, e ele repousa a cabeça em meu ombro. Penso, de novo, que meu amor é infinto e que eu não viveria sem ele, que entre tantas coisas no mundo que eu poderia fazer, estar com ele é a melhor de todas. Agradeço de novo. Meu filho, em tão pouco tempo, já me fez aprender coisas sobre mim que eu desconhecia. E dá um novo sentido a minha existência, e então eu entendo que ser sua mãe é a melhor parte de mim.

 

Anúncios

2 opiniões sobre “Crônica sobre um dia qualquer

  1. Jully, acompanhei sua gravidez, e de longe acompanho teu encantamento com teu bebe.
    De fato, eu acredito que tambem estaria encantada, pois o pouco que recebi do olhar o “Jota”, tambem me enfeitiçou.
    Que tu seja sempre uma mãe feliz, com um filho feliz….Beijos no seu coraçao.
    Bij

  2. Ahhhh que lindo! tenha certeza que esse sorriso eh unico e so’ pra voce! sorriso pra mamae eh diferente de todos os que ele da pras outras pessoas 😉
    bjinsssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s